Ações violentas do Município de Fortaleza na retirada de famílias de ocupações é tema de audiência promovida pelo MPCE


Audiência ocupações ilegaisO Ministério Público do Estado do Ceará (MPCE) realizou, nesta quarta-feira (07/12), no auditório da Procuradoria-Geral de Justiça (PGJ), audiência para tratar das políticas públicas habitacionais implementadas pelo Município de Fortaleza e as ações nas retiradas das famílias nas ocupações ilegais.

A reunião foi agendada diante de denúncias recebidas pela 11ª Promotoria de Justiça Cível, especializada em conflitos fundiários e defesa da habitação, de que o Município de Fortaleza estaria retirando famílias que ocupavam áreas de bens institucionais com ações violentas, como ocorreu, por exemplo, na comunidade Esperança, localizada na Praia do Futuro.

De acordo com a titular da 11ª Promotoria de Justiça Cível, promotora de Justiça Giovana de Melo Araújo, ficou estabelecida na audiência a necessidade de padronização da atuação administrativa nas desocupações, articulando a retirada das famílias com ações sociais para alocação delas em programas habitacionais.

“Será expedida recomendação para que Poder Público Municipal, no exercício do poder de polícia, não atue de forma desarrazoada, utilizando-se da proporcionalidade e da razoabilidade nas desocupações de bens institucionais e para assegurar o encaminhamento das famílias a programas habitacionais. Esperamos entregar o documento no próximo dia 14 de dezembro, em novo encontro do qual deverão participar representantes da Procuradoria-Geral do Município, da Chefia de Gabinete do Prefeito e da Câmara Municipal de Fortaleza”, informa a promotora de Justiça Giovana de Melo Araújo. Na próxima reunião, deverão comparecer ainda membros do Grupo de Trabalho das Ocupações Irregulares (Gtoi) da Secretaria da Segurança Cidadã (Sesec), da Defensoria Pública Geral do Estado do Ceará (DPGE) e representantes das Secretarias Regionais e da Secretaria Municipal do Desenvolvimento Habitacional de Fortaleza (Habitafor).

A audiência desta quarta-feira contou com a presença do coordenador do Centro de Apoio Operacional da Cidadania (CAOCidadania), promotor de Justiça Hugo Porto; do promotor de Justiça Marcelo Yuri; do defensor público do Estado do Ceará, José Lino Fonteles; do representante da Habitafor, Alan Sérgio; do representante do Escritório de Direitos Humanos e Assessoria Jurídica Popular Frei Tito de Alencar da Assembleia Legislativa do Estado do Ceará, Miguel Rodrigues; dos representantes do Gtoi, Francisco Campos e Josélia Santos; e de representantes das Secretarias Regionais I, II, IV, V e VI.

Foto: Edimar Soares/MPCE

19 de junho de 2024

MP do Ceará promove seminário para debater envelhecimento saudável e direitos das pessoas idosas

O Ministério Público do Estado do Ceará, por meio do Centro de Estudos e Aperfeiçoamento Funcional (Ceaf) e do Centro de Apoio Operacional de Defesa da Cidadania (Caocidadania), com apoio da Escola Superior do Ministério Público do Estado do Ceará (ESMP), irá promover o Seminário “Tratando o Envelhecimento com Responsabilidade”. O evento, que é aberto […]

19 de junho de 2024

Loraine Jacob Molina é reconduzida ao cargo de ouvidora-geral do MP do Ceará para o biênio 2024/2025

A procuradora de Justiça Loraine Jacob Molina foi reconduzida, após votação unânime, para o cargo de ouvidora-geral do Ministério Público do Estado do Ceará para o biênio 2024/2025. A escolha ocorreu durante 3ª Sessão Extraordinária do Colégio de Procuradores de Justiça realizada na manhã desta quarta-feira (19/06), na Procuradoria Geral de Justiça, em Fortaleza. A […]

19 de junho de 2024

MP do Ceará orienta Prefeitura de Quixadá a divulgar lista de espera por cirurgias eletivas no site do município

O Ministério Público do Estado do Ceará, por meio da 2ª Promotoria de Justiça de Quixadá, recomendou, nessa segunda-feira (17/06), que a Prefeitura e a Secretaria Municipal de Saúde adotem as providências necessárias para dar ampla publicidade às listas de pacientes aguardando por cirurgia eletiva no município. A recomendação segue orientação da nota técnica expedida […]

18 de junho de 2024

Ouvidoria-geral do MP do Ceará levará serviços à população em evento de aniversário da Casa da Mulher Brasileira

A Ouvidoria-geral do Ministério Público do Estado do Ceará levará diversos serviços à Casa da Mulher Brasileira, no Bairro Couto Fernandes, no dia 20 de junho, das 8h às 17h. A ação, que tem apoio do Núcleo Estadual de Gênero Pró-Mulher (Nuprom), integra a programação de aniversário da instituição, que atende mulheres vítimas de violência. […]