Vice-prefeito de Apuiarés é preso em “Operação 10%” do MPCE


10.12.2018.Operação.10%.sO Ministério Público do Estado do Ceará (MPCE), por meio da Promotoria de Justiça de Apuiarés, deflagrou, na manhã desta segunda-feira (10/12), a “Operação 10%”, que resultou na prisão do vice-prefeito do Município de Apuiarés, Antonio Abidias Ferreira de Abreu, e do ex-chefe de gabinete dele, o empresário Raimundo Nonato Alves Soares. Os mandados de prisões foram expedidos pelo juiz de Direito Caio Lima Barroso, sendo na modalidade preventiva para Antonio Abidias, e temporária para Raimundo Nonato.

De acordo com a investigação da Promotoria, o vice-prefeito, exercendo o cargo de prefeito interino por 180 dias, exigiu de José Darlan o percentual de 10% do valor do contrato de prestação de serviços de limpeza urbana que o empresário tinha com a Prefeitura, o que correspondia a cerca de R$ 9 mil por mês. A referida quantia era paga com o intuito de manutenção do contrato e a entrega do dinheiro era feita em Fortaleza, no restaurante do sogro do empresário.

“Quando Abidias não podia buscar as quantias, ele mandava o seu então chefe de gabinete, Raimundo Nonato, vulgo Edmundo, ir ao encontro do empresário em Fortaleza. Nota-se a audácia de Abidias no esquema, pois, mesmo em condições de interino, exercendo o cargo por 180 dias, já estava fortemente envolvido em esquemas de corrupção, angariando propinas”, detalha o promotor de Justiça Jairo Pequeno Neto, que comandou a Operação. O promotor ressalta, ainda, que o MPCE seguirá com as investigações a fim de desmontar todo e qualquer esquema de corrupção no âmbito das Prefeituras das respectivas comarcas de atuação.

A Operação 10% é um desdobramento da Operação Malabares, também coordenada pelo promotor de Justiça Jairo Pequeno Neto. Na época, o MPCE descortinou um esquema de corrupção envolvendo agentes públicos e empresários no município de Apuiarés. Em depoimento coletado na época, o empresário José Darlan Pereira Barreto apresentou novas informações acerca de um outro esquema de corrupção que estava instalado no município de Apuiarés, o que culminou na Operação 10%.

Na foto, o prefeito Abidias Ferreira (de boné) recebe a propina do empresário José Darlan, em restaurante na Avenida José Bastos, em Fortaleza.

29 de maio de 2024

Decon autua posto em Fortaleza por irregularidade no abastecimento de combustível

O Ministério Público do Estado do Ceará, por meio do Programa Estadual de Proteção e Defesa do Consumidor (Decon), informa que esteve, na manhã desta quarta-feira (29/05), no posto de combustível localizado no cruzamento da avenida Domingos Olímpio com a rua Senador Pompeu, no Centro de Fortaleza. A ação teve como objetivo apurar denúncias compartilhadas […]

29 de maio de 2024

Aula Magna promovida pelo MP do Ceará iniciará atividades da especialização em Direito Penal e Direito Processual Penal da Uece  

O Ministério Público do Estado do Ceará promoverá no dia 13 de junho, às 14h, a Aula Magna da especialização em Direito Penal e Direito Processual Penal, curso promovido pela Universidade Estadual do Ceará (Uece) em parceria com a Escola Superior do Ministério Público e o Centro de Estudos e Aperfeiçoamento Funcional (ESMP/Ceaf). A aula […]

29 de maio de 2024

MP do Ceará em parceria com Museu da Fotografia faz rodízio de exposições no Cariri a partir desta segunda (3)

O Ministério Público do Estado do Ceará, por meio do Departamento de Memória Institucional, em parceria com o Museu da Fotografia Fortaleza, realizará rodízio de exposições fotográficas nas sedes das Promotorias de Justiça de Barbalha, Crato e Juazeiro do Norte, a partir da próxima segunda-feira (03/06). As mostras são gratuitas e abertas ao público. As […]

29 de maio de 2024

Justiça mantém decisão favorável ao MP e determina reparação de dano ambiental causado por loteamento irregular em Baturité    

O Tribunal de Justiça manteve decisão favorável ao Ministério Público do Estado do Ceará determinando a reparação dos danos ambientais causados após desmatamento de vegetação nativa em um loteamento irregular na zona urbana de Baturité. A Justiça já havia julgado procedente pedido em Ação Civil Pública (ACP) movida pela 3ª Promotoria de Justiça de Baturité […]